Você está aqui: Página Inicial > noticias > 2019 > Codevasf conclui estudos de viabilidade técnica do projeto de irrigação do Vale do Iuiú, na Bahia
conteúdo

Notícias

Codevasf conclui estudos de viabilidade técnica do projeto de irrigação do Vale do Iuiú, na Bahia

publicado: 11/07/2019 10h49, última modificação: 11/07/2019 14h51

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) concluiu os estudos de viabilidade técnica para implantação do projeto de irrigação do Vale do Iuiú, localizado no semiárido baiano. A expectativa é de que o projeto quando estiver em operação gere 12 mil empregos diretos. Cerca de R$ 6 milhões já foram investidos pela Companhia neste estudo, cuja área total é 41,5 mil ha, sendo 25,5 ha de área irrigável de alta fertilidade.

“Após a conclusão dos estudos de viabilidade técnica, o próximo passo é o licenciamento ambiental, que já foi protocolado e aguarda resposta do órgão ambiental para início dos estudos ambientais. Em seguida, será elaborado o projeto básico”, explica o engenheiro agrícola e ambiental Emílio Santos, gerente de Estudos e Projetos da Codevasf.

Os recursos para a elaboração do projeto básico e estudos ambientais da Etapa 01 do projeto já foram empenhados. O investimento é da ordem de R$ 5 milhões. Estão previstos cerca de 1.859 lotes agrícolas para irrigação, em três etapas, sendo 1.231 para pequenos produtores (6 ha), 628 para empresários (20 a 50 ha) e 160 dos assentamentos do Incra (20 ha).

Potencial agrícola e benefícios sociais

Os estudos apontam que a área do Vale do Iuiú tem grande potencial devido à qualidade do solo, clima favorável, captação de água do rio São Francisco e topografia plana, além da malha rodoviária para o escoamento da produção. A potencialidade agrícola aponta para culturas tradicionais, como o feijão, e olerícolas (cebola, cenoura, melão, melancia, pimentão e tomate). Além de frutícolas semi-perenes, como abacaxi, banana, mamão e maracujá, e perenes, como é o caso da goiaba, limão e manga.

“Com base no incremento da produção e comercialização agrícola irrigada, estima-se, em um primeiro momento, crescimento na participação do setor primário nas economias municipais e regional. Com o tempo, haverá tendência de aumento nos setores secundário e terciário, resultando em aumento substancial nas condições de vida locais e regional”, afirma Emílio Santos.

Em termos de benefícios sociais, vislumbram-se aumento da qualidade de vida, com elevação do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano); melhoria nas áreas de saneamento, educação e saúde, por meio do incremento de renda oriundo da produção e comercialização agrícola irrigada e implantação e ampliação dos núcleos de serviço para o Projeto Iuiú, os quais contarão com equipamentos urbanos básicos. Também as condições da malha viária e do abastecimento de energia serão melhoradas, com vistas a garantir acesso às áreas de produção, para escoamento desta produção.

Mais sobre o projeto

O projeto de irrigação Iuiú está situado no sudoeste do estado da Bahia, na região do Médio São Francisco, próximo à confluência do rio Verde Grande – que serve de divisa entre Minas Gerais e Bahia. O local, que fica na área de abrangência da 2ª Superintendência Regional da Codevasf em Bom Jesus da Lapa, abrange terras dos municípios de Iuiú e Malhada, além de uma pequena parcela em Sebastião Laranjeiras.

O acesso à área é realizado por estradas secundárias, a partir das cidades de Iuiú e Malhada, as quais estão ligadas à rodovia federal BR-030. Por via aérea, o acesso pode ser feito até as cidades baianas de Bom Jesus da Lapa ou Guanambi, que ficam a uma distância de 140 Km pela BA-160 e 111 quilômetros pela BR-030, respectivamente.