Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > Plano de Gestão do PISF é discutido em reunião técnica na Codevasf
conteúdo

Notícias

Plano de Gestão do PISF é discutido em reunião técnica na Codevasf

O planejamento da operação do Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional (PISF) foi a pauta de reunião técnica realizada nesta sexta-feira (26), na sede da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em Brasília.
publicado: 26/05/2017 16h08, última modificação: 20/06/2018 17h36

O planejamento da operação do Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional (PISF) foi a pauta de reunião técnica realizada nesta sexta-feira (26), na sede da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em Brasília.

O evento reuniu, além da Codevasf e da Fundação Getúlio Vargas (FGV) – que está prestando consultoria para elaboração do modelo de gestão do PISF –, representantes da Casa Civil da Presidência da República, dos Ministérios da Fazenda, Minas e Energia, Planejamento e Meio Ambiente, dos quatro estados beneficiados pelo projeto – Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco –, de Comitês de Bacias Hidrográficas, da Agência Nacional de Águas (ANA) e da Controladoria Geral da União (CGU).

O objetivo foi consolidar um Guia de Elaboração do Plano de Gestão Anual (PGA), documento que deverá nortear a operação e a gestão do projeto. “O Plano de Gestão Anual é o principal instrumento e tem uma série de definições, que envolvem, por exemplo, o pagamento da prestação de serviço, a oferta e demanda de água, metas de incentivo, penalidades, entre outras questões”, explica o gerente de Operação do PISF na Codevasf, Danielson Araújo.

Esse encontro foi o primeiro de uma série de quatro discussões que estão programadas até o mês de julho. As próximas reuniões incluem abordagens sobre preços, tarifas e modelo tributário; gestão da operação e manutenção; governança e monitoramento do PISF.

A presidente da Codevasf, Kênia Marcelino, participou da abertura do encontro e, saudando os presentes, desejou um bom andamento dos trabalhos. “O nosso objetivo é que, juntos, possamos construir, da melhor forma, esse projeto tão importante para o Nordeste Setentrional”, destacou.

A representante da FGV, Joisa Dutra, que atua na coordenação dos trabalhos envolvendo o PISF, destacou a importância dessa etapa para a elaboração de um modelo de gestão. “A FGV coloca seus melhores esforços no desenvolvimento desse trabalho, com uma visão multidisciplinar, entendendo que é preciso sempre conciliar os aspectos técnicos, econômicos, sociais, jurídicos e regulatórios. Muitos recursos já foram investidos na infraestrutura desse projeto, que agora tem o desafio de ser operado de forma sustentável”, concluiu.

Participam do evento os assessores da presidência Manuel Matheus Ventura e Athadeu Ferreira, o gerente substituto de Operação do PISF, Carlos Henrique Marques, o secretário-executivo da Área de Desenvolvimento Integrado e Infraestrutura (AD), Elton Silva Cruz, e servidores da Companhia. Técnicos da 3ª Superintendência Regional da Codevasf, sediada em Petrolina (PE), e do escritório da empresa em Salgueiro (PE) participaram das atividades por videoconferência.

Operadora federal

Desde 2014, a Codevasf foi designada como Operadora Federal do PISF, o Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias do Nordeste Setentrional. Cabe à Companhia receber a infraestrutura implantada pelo Ministério da Integração Nacional ao longo do projeto (canais, estações de bombeamento, equipamentos eletromecânicos, entre outros) para exercer as atividades de gestão, operação e manutenção das estruturas. O PISF busca proporcionar segurança hídrica a 12 milhões de pessoas em 390 municípios dos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Veja fotografias:
https://www.flickr.com/photos/codevasf/albums/72157681427871002