Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > Comunidades rurais do semiárido baiano são estruturadas pela Codevasf para conviver com estiagem
conteúdo

Notícias

Comunidades rurais do semiárido baiano são estruturadas pela Codevasf para conviver com estiagem

Mais 2,3 mil famílias do semiárido baiano foram estruturadas pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) para produzir com melhores condições em meio à estiagem prolongada. Tratores e kits agrícolas estão agora à disposição de associações de produtores familiares em 12 comunidades rurais do Médio e do Submédio São Francisco da Bahia, um investimento de aproximadamente R$ 1,2 milhão.
publicado: 13/03/2017 11h39, última modificação: 20/06/2018 17h35

Investimento de R$ 1,2 milhão facilita produção de mais 2,3 mil famílias no Médio e no Submédio São Francisco da Bahia

Mais 2,3 mil famílias do semiárido baiano foram estruturadas pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) para produzir com melhores condições em meio à estiagem prolongada. Tratores e kits agrícolas estão agora à disposição de associações de produtores familiares em 12 comunidades rurais do Médio e do Submédio São Francisco da Bahia, um investimento de aproximadamente R$ 1,2 milhão.

Os recursos que viabilizaram a ação são oriundos do Orçamento Geral da União destinados à Codevasf por emendas parlamentares. No Médio São Francisco baiano, 11 tratores com seus respectivos implementos vão fortalecer a produção de cerca de 2.280 famílias em áreas rurais de Irecê, Oliveira dos Brejinhos, Paratinga, Santa Maria da Vitória, São Desidério, São Félix do Coribe, Serra Dourada, Tabocas do Brejo Velho e Xique-Xique.

Já no Submédio São Francisco da Bahia, região de Juazeiro, a comunidade de Sítio Lajedo, zona rural de Remanso, passa a ter acesso a trator, roçadeira hidráulica para supressão de vegetação rasteira e preparação da área de plantio, grade aradora para preparação da terra, grade para nivelamento do solo, sulcador para abrir sulcos de plantio e carreta agrícola com capacidade para seis toneladas que será usada no transporte da produção.

“Nossa associação dá um apoio muito grande aos pequenos produtores rurais na colheita do feijão e do milho, e também para arar a terra. O trator vai ajudar muito aos nossos associados e mesmo os circunvizinhos que não são associados, mas que demandam apoio. Alguns produtores ainda aram suas terras com arados puxados por bois; o trator com a grade facilitará a vida desses produtores”, afirmou Jânio Nunes, presidente da Associação Beneficente da Zona Periférica e Comunidades Rurais de São Desidério.

“Não será mais preciso pagar a outros para podermos usar o trator”, comemora Benício de Medeiros, presidente da Associação Comunitária dos Pequenos Agricultores do Povoado de Malhada Grande e Rodeador, de Oliveira dos Brejinhos. O superintendente da Codevasf em Bom Jesus da Lapa, Harley Nascimento, destacou que “a missão maior da Codevasf é o desenvolvimento regional no semiárido brasileiro”.

tratoresNo total, a 2ª Superintendência Regional da Codevasf prevê beneficiar, ainda neste primeiro semestre, produtores rurais de outros nove municípios da região; o investimento no maquinário, somado, chega a R$ 3 milhões em 29 tratores agrícolas e seus respectivos implementos. Todo o recurso é do Orçamento Geral da União, alocado por meio de emendas parlamentares à Codevasf.

Agricultura, apicultura e caprinovinocultura

Na comunidade de Sítio Lajedo, o presidente da associação de produtores, Márcio Campos Souza, frisa que “os equipamentos serão usados principalmente no cultivo de milho, feijão e mandioca, mas há a possibilidade de ajudar em atividades da apicultura”.

Os moradores daquela região também possuem rebanhos de pequenos animais - e com o uso do novo equipamento, mais a produção de culturas como o milho, poderão alimentar a criação e melhorar não só a renda, como também a alimentação das famílias.

A manutenção e operação do kit agrícola em Sítio Lajedo ficará por conta dos próprios associados. A 6ª Superintendência Regional da Codevasf, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), vai fornecer a capacitação necessária para que os produtores operem os novos equipamentos.

No Submédio São Francisco está prevista, até o momento, a entrega de 100 conjuntos ou kits agrícolas com tratores e implementos a fim de fortalecer as associações de produtores familiares, segundo revela Everaldo Cavalcanti, analista em desenvolvimento regional da Codevasf em Juazeiro.

“Muitas famílias foram agraciadas por chuvas naquela região, favorecendo assim as terras para produção. Diante disso, estamos trabalhando para que outras comunidades, por meio de suas associações, também possam ser contempladas”, informa o analista.

trator no campo“Sabemos que a Bahia é o estado com o maior número de produtores familiares do país, e a Codevasf também tem procurado contribuir com o desenvolvimento da atividade em toda a sua área de atuação, em todos os estados onde está presente”, afirma o superintendente regional da Companhia em Juazeiro, Misael Aguilar Silva Neto.

“Ao equiparmos uma associação de produtores, estamos dando a eles uma oportunidade de melhorarem de vida e continuarem exercendo suas atividades com mais recursos”, nota Aguilar.

Monitor de Secas

Na Bahia, onde janeiro é um mês considerado do período chuvoso, as chuvas ficaram muito abaixo do esperado em, praticamente, todo o estado. A informação é do Monitor de Secas do Nordeste do Brasil mantido pela Agência Nacional de Águas (ANA).

Segundo o monitor, houve uma expansão da área de seca extrema para o leste do estado devido a irregularidade e redução das chuvas nos últimos três meses que fazem parte do primeiro período chuvoso do estado. Também houve uma expansão da seca para o sul do estado, com o surgimento de uma área de seca fraca onde não havia condições de seca no mês anterior.

Fotos ilustrativas podem ser acessadas aqui: https://www.flickr.com/photos/codevasf/albums/72157633162281617

Ouça em nossa página do Soundcloud depoimentos citados na matéria: https://soundcloud.com/codevasf/sets/produtores-familiares-do-semiarido-baiano-recebem-apoio-da-codevasf