Document Actions
Codevasf realiza peixamento em Gararu (SE) para campanha em defesa do rio São Francisco

Codevasf realiza peixamento em Gararu (SE) para campanha em defesa do rio São Francisco

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) realizou um peixamento no município sergipano de Gararu para atender uma demanda do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco. No total, foram inseridos 10 mil alevinos de espécies nativas no leito do Velho Chico no último sábado (9). A ação integrou a programação do Dia Nacional em Defesa do Velho Chico e foi uma das atividades realizadas na semana passada pela Codevasf em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente.

A ação de repovoamento do rio São Francisco foi coordenada pela Unidade Regional de Meio Ambiente da Codevasf em Sergipe, com o apoio do Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Betume – unidade responsável pela produção de alevinos e realização do peixamento. Ao longo da semana, a Codevasf também realizou o plantio de 200 mudas de espécies nativas de árvores no município de Propriá em parceria com a Agência Peixe Vivo.

O superintendente regional da Codevasf César Mandarino afirmou que as ações de repovoamento possuem uma importância para os municípios da bacia do São Francisco. “Temos feito todos os esforços para atender aos pedidos de peixamentos em nossa área de atuação. Essa ação tem um grande valor simbólico, pois contribui para a preservação do rio e garante uma fonte de alimento para a população local”, declarou.

Meio Ambiente

GararuA Codevasf também tem buscado ampliar o número de peixamentos em Sergipe. Em 2017, o Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Betume produziu mais de 2,5 milhões de alevinos para o repovoamento do rio São Francisco, lagoas e açudes públicos. Neste ano, já foram inseridos mais de 500 mil peixes juvenis em municípios como Propriá, Neópolis, Santana do São Francisco, Ilha das Flores, Gararu, Nossa Senhora de Lourdes e Japoatã. Os peixamentos contribuem para a recomposição dos estoques pesqueiros e para o equilíbrio ecológico da bacia hidrográfica.

Em Sergipe, entre outras ações ambientais, a Codevasf está implantando sistemas de esgotamento sanitário em seis municípios sergipanos. Em Brejo Grande, as obras já foram concluídas e o sistema de esgotamento opera em fase de testes. Em Ilha das Flores, há obras em andamento. Em Canindé do São Francisco, a fase atual é de execução de obras complementares. E nos municípios de Itabi, Pacatuba e São Francisco existe um termo de compromisso firmado entre a Codevasf e a Secretaria de Estado da Infraestrutura para a implantação de sistemas de esgotamento sanitário.

A empresa também segue realizando ações de reflorestamento na bacia do São Francisco em parceria com municípios da região e o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, entre outras ações.

Fotografias:

https://www.flickr.com/photos/codevasf/sets/72157670042875318


atualizado em 12/06/2018 10:21