conteúdo

Apresentação

por Danilo publicado 24/09/2018 16h13, última modificação 09/07/2019 14h36

A Codevasf apresenta o Plano de preservação e recuperação de nascentes da bacia do rio Parnaíba, que tem por objetivo assegurar a sustentabilidade ambiental dessa bacia hidrográfica. No contexto da Revitalização de Bacias Hidrográficas e do Plano de Ação para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Parnaíba (Planap), a Codevasf está realizando ações de recuperação, conservação e preservação da bacia do rio Parnaíba.

Trata-se de uma das regiões hidrográficas mais importantes do Nordeste brasileiro. Abrange uma área de 333.056 km² (ANA 2015), nos estados do Piauí, Maranhão e Ceará, alcançando 279 municípios com uma população de cerca de 5 milhões de habitantes.

Nessa conjuntura, o rio Parnaíba e seus tributários têm contribuído decisivamente para o desenvolvimento econômico dos estados onde estão inseridos, a partir do uso dos seus recursos naturais. Entretanto, o processo de ocupação dessa região hidrográfica, caracterizado pelo uso desordenado do solo e dos recursos hídricos, em razão de uma agricultura e pecuária extensiva e intensiva, em regra geral, sem uso de práticas conservacionistas, vem conduzindo à degradação dos solos e ao esgotamento de suas nascentes e de suas respectivas áreas de recarga, resultando, consequentemente, em elevado índice de assoreamento e alteração do regime hídrico dos cursos d’água.

A exploração vegetal, agrícola e pecuária, tal como desencadeada por mais de duzentos anos, tem gerado cicatrizes acentuadas que afetam o desenvolvimento e comprometem a segurança dos Biomas Cerrado e Caatinga, predominantes na bacia do rio Parnaíba, que se estende pela floresta tropical, culminando na área de vegetação litorânea, com destaque ao Delta do Parnaíba, de beleza e riqueza natural que se destacam no cenário geográfico nacional e do planeta como um todo.

Diante dessa realidade, a Codevasf tem pautado a sua gestão na implantação de uma política de desenvolvimento por meio de ações integradas e permanentes capazes de promover o uso sustentável dos recursos naturais.

Assim, o Plano Nascente Parnaíba surge como uma proposta para combater as causas de degradação da bacia do rio Parnaíba por meio da recuperação de nascentes, articulação interinstitucional voltada para a conservação e manejo da água, do solo e dos recursos florestais, componentes imprescindíveis à economia sustentável.