Você está aqui: Página Inicial > Linhas de Negócio > Irrigação > Projetos Públicos de Irrigação > Boletim Informativo dos Projetos da Codevasf (BIP) > 22º Boletim Informativo > Resultados econômicos dos projetos públicos de irrigação em 2019
conteúdo

Resultados econômicos dos projetos públicos de irrigação em 2019

por Valeria Rosa Lopes publicado 25/05/2020 10h41, última modificação 25/05/2020 10h41

Anualmente a Codevasf, com o auxílio das Superintendências Regionais (SR) e organização de produtores, elabora o Relatório de Produção dos projetos públicos de irrigação (PPI’s), com o objetivo de avaliar o desempenho dos mesmos e mostrar à sociedade os resultados obtidos.
Conforme o último relatório de produção, referente ao ano de 2019, os PPIs foram responsáveis por uma área cultivada de 99.671hectares, uma produção de 3.788.436 toneladas e um Valor Bruto da Produção (VBP) de R$ 3.094.004.312. As principais culturas dentro dos projetos, de acordo com o VBP, foram a uva, manga, banana, cana-de-açúcar e goiaba, que juntas somaram 88% do valor total do VBP, conforme a Figura 1.
BIP 22_princ_cult.png

Figura 1: Principais culturas produzidas nos projetos públicos de irrigação da Codevasf de acordo com o Valor Bruto de Produção (VBP), em 2019.

Em relação a evolução do VBP (Figura 2), verificou-se que houve aumento de 15% em relação a 2018. Esse aumento no VBP deveu-se principalmente a maior produtividade e preço da cultura da manga e uva em alguns projetos e também ao aumento de área total cultivada.
Já a produção manteve-se estável com uma leve redução, inferior a 1% em relação ao ano anterior, como mostra a Figura 2.
bip 22_evol.png

Figura 2: Evolução dos dados de produção dos projetos públicos de irrigação da Codevasf, 2007-2019.

Além das culturas tradicionalmente produzidas, os projetos ainda tiveram bons resultados com a aquicultura e pecuária, que vêm crescendo nos projetos da 4º e 5º SR e no projeto São Desidério/Barreiras Sul. Essas atividades juntas somaram um total de R$ 32 milhões de VBP em 2019 e 5.033 toneladas de produção. As principais atividades foram a produção de peixe, camarão, leite e carne.
Além disso, também houve a produção em áreas externas ao projeto que receberam concessão de água em 2019 e juntas somaram 2.159 hectares de área cultivada, 153.166 toneladas de produção e R$18.866 mil em VBP.
Esses resultados não só mostram um bom desempenho dos irrigantes dentro dos projetos, como a busca por alternativas mais rentáveis, a diversificação da produção e também a maior eficiência nos sistemas de irrigação, que tem permitido essa expansão da irrigação em áreas externas ao projeto!