Document Actions
Norte de Minas

Esse polo, como o nome indica, situa-se no Norte de Minas e sua expansão tem ocorrido, no que concerne aos investimentos públicos, com a implantação dos perímetros Gorutuba, Jaíba, Lagoa Grande e Pirapora, totalizando 46.075 ha em operação.

O Jaíba conta com 19.080 ha implantados. Abrangerá uma área total de 65.879 mil ha quando estiver totalmente implantado, o que acarretará um desenvolvimento bastante significativo para a região, prevendo-se um crescimento demográfico da ordem de 200 mil pessoas.

Em fase de projeto, existe o Jequitaí com área total de 34.605 ha, sendo 16.012 ha com estudo de viabilidade concluído e 18.593 ha com o projeto básico concluído. Encontra-se no estágio de estudos prévios o projeto Rio das Velhas com área de 25.000 ha.

As principais fontes hídricas são os rios São Francisco, Verde Grande, Gorutuba, Jequitaí e das Velhas. A estrutura produtiva dos perímetros é bastante diversificada, com destaque para a produção da banana, uva, citrus, olerícolas e de grãos, além de sementes selecionadas.

Nesse polo, estão localizadas a Unidade de Transferência de Embriões de Montes Claros e a Estação de Piscicultura do Gorutuba. O polo apresenta grande potencialidade para o desenvolvimento da aquicultura. Os principais produtos e empreendimentos agrícolas e agroindustriais privados são:

  • Sementes diversas: Topssed, Dow Agrosciense, Sacata;
  • Derivados de leite: COOPAGRO, ITASA/NESTLÉ, LEITE VIDA e LEITE CATOPÊ;
  • Produção de frutas: CAP (Cooperativa Agrícola de Pirapora), Centraljai (Central de Associações dos Produtores Rurais do Projeto Jaíba), FRUTINOR (Associação dos Fruticultores do Norte de Minas), ABANORTE (Associação Central dos Fruticultores do Norte de Minas), BRASNICA Agroindustrial e Comércio Ltda., ABC2 (Associação dos Fruticultores da Gleba C-2 do Projeto Jaíba), Companhia da Fruta e Comércio de Banana Cobalchini;
  • Agroindústrias: Petrobras Biocombustível, Sada Bioenergia, Pomar Brasil, Hemmer, Best Pulp;
  • Empresas do Agronegócio: Brasnica, Simonica, Itacitrus;
  • Pesquisa: Embrapa, EPAMIG e FUNDETEC;
  • Instituições de ensino: UFMG, UNIMONTES, Faculdade Santo Agostinho e FUNORTE, FAVAG;
  • Entidades representativas de classe: Sociedade Rural, Sindicatos Rurais, AGRO-NM (Associação dos Engenheiros Agrônomos do Norte de Minas), AREA (Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos do Norte de Minas).

Potencialidades:


  • Rede intermodal de transporte e boa estrutura física para escoamento da produção;
  • Disponibilidade de uma ampla rede de ensino de nível médio, técnico e superior;
  • Condições edafoclimáticas favoráveis à atividade agropecuária;
  • Disponibilidade de energia elétrica em mais de 70% das propriedades rurais;
  • Topografia plana possibilitando a mecanização das lavouras;
  • Disponibilidade de água e energia nos perímetros públicos de irrigação;
  • Boa rede de serviços (hotéis, lazer, turismo, transporte aéreo);
  • Boa disponibilidade de mão-de-obra.
atualizado em 05/10/2012 14:00