Document Actions
São Desidério/Barreiras Sul
Localização: Barreiras e São Desidério - BA – Médio São Francisco.
Área Irrigável: 1.718 ha
Área Ocupada: 1.718 ha (1.718 ha – lotes familiares)
Fonte hídrica: Barragem de São Desidério - Rio São Desidério
Vazão outorgada vigente:
Dados da infraestrutura: 99 km de canais; 95 km de drenos superficiais, 6 ha de drenos subterrâneos, 155 km de rede viária
Investimento até 2015: R$ 17.555.384,24
Início de funcionamento: 1978
Início da co-gestão: 1995

O assentamento teve início em 1976 e o manancial utilizado é o rio São Desidério, derivado por uma pequena barragem de concreto, que alimenta o projeto por um canal de concreto. No inicio o objetivo era abastecer apenas o projeto São Desidério, no entanto, verificou-se que a vazão era suficiente para atender o projeto Barreiras Sul, fundindo assim os projetos. Os irrigantes vivem em cinco núcleos habitacionais, dispondo de cinco escolas e três postos de saúde. O perímetro possui 343 lotes de pequenos produtores que ocupam uma área de 4.174 ha. Do total de lotes, 28 são de sequeiro e 314 são total ou parcialmente irrigados. A área total irrigada é de 1.718 ha e a área de sequeiro atinge a 2.152 ha.


PRODUÇÃO AGRÍCOLA

São Desidério_evolução
Figura 1:
Evolução do Valor Bruto de Produção do projeto de São Desidério/Barreiras Sul entre os anos 2013 e 2016.
 

São Desidério_culturas
Figura 2:
Principais espécies cultivadas no projeto, de acordo com o VBP, no ano de 2016.

Características

Em termos de Valor Bruto de Produção (VBP) há predominância do cultivo de espécies temporárias com maior expressividade para a cultura da mandioca, seguida pelo feijão, milho, banana e coco, conforme Figura 2.  No entanto, a área cultivada com essas culturas correspondeu a 15% da área total, em 2016. Isso se deve a grande área destinada a pastagens, cujo VBP não foi estimado.
A produção no projeto é oriunda apenas de lotes familiares e os valores do VBP aumentaram entre os anos de 2015 e 2016 (FIGURA 1), apresentando uma melhoria na produção dos referidos projetos.
O projeto ainda possui uma área de 68 ha para a piscicultura, principalmente com tambaqui, que apresentou um VBP de R$ 440 mil, conforme Tabela 1.

O principal sistema de irrigação é o de superfície.

Tabela 1: Espécie, área ocupada, produção e VBP da piscicultura no ano de 2016.


 
POTENCIALIDADES

Estima-se a geração 1.990 empregos diretos e 2.985 empregos indiretos, além da produção de 2.456 t no ano de 2016.

atualizado em 20/11/2017 14:09