Document Actions
Ceraíma

Localização: Municípios de Guanambi (BA) – Médio São Francisco.
Área irrigável: 408 ha
Área ocupada: 408 ha (408 ha – lotes familiares)
Fonte hídrica: Barragem Ceraíma  -  Rio Carnaíba de Dentro
Vazão outorgada vigente:
Investimento até 2015: R$ 19.650.863,90
Dados da infraestrutura: 39 km de rede de irrigação (10 km canal principal e 29 km rede secundária); 35 km de drenos, 55 km de estradas.
Início de funcionamento: 1973
Início da co-gestão: 1998

O Projeto Ceraíma foi construído pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) com a captação da água da Barragem de Ceraíma, construída sobre o Rio Carnaíba de Dentro. O projeto possui 112 lotes de pequenos agricultores e conta com um núcleo habitacional com duas escolas e um posto de saúde. Desde 2008 o projeto tem sofrido com as estiagens constantes na região que levaram a redução da área cultivada ao longo dos anos. Parte dos produtores conseguiu manter o cultivo devido à construção de poços artesianos, no entanto, a qualidade da água inviabilizou a manutenção de algumas culturas. Atualmente a barragem voltou a encher permitindo a retomada das atividades de irrigação, mas ainda são necessárias algumas obras de revitalização para pleno funcionamento do projeto.


PRODUÇÃO AGRÍCOLA

 Ceraíma_culturas
Figura 2: Principais espécies cultivadas no projeto, de acordo com o VBP, no ano de 2015.

Características

Em 2017, o projeto público de irrigação Ceraíma não apresentou produção devido à falta de água para irrigação.
Nos anos anteriores (FIGURA 2) a produção permaneceu constante, com um Valor Bruto de Produção (VBP) em torno de R$ 750 milhões. As culturas permanentes eram as mais cultivadas, representando 68% de toda área cultivada do projeto e 72% do VBP. As principais culturas exploradas, de acordo com o VBP, eram a manga (30%), a banana (10%) e a goiaba (10%), entre as permanentes, e a mandioca (16%), abóbora e hortaliças, entre as culturas temporárias. O projeto também possuía uma grande diversidade de espécies quando comparado aos demais projetos dessa Superintendência Regional, sendo ao todo 9 espécies de culturas permanentes e 7 temporárias.

O sistema de irrigação implantado foi o de microaspersão, correspondendo a 100% da área total.


atualizado em 21/03/2018 16:57