Document Actions
Obras de esgotamento de Amarante, Guadalupe e Floriano recebem visita técnica de Codevasf e Agespisa

Obras de esgotamento de Amarante, Guadalupe e Floriano recebem visita técnica de Codevasf e Agespisa

Técnicos e gestores da 7ª Superintendência Regional da Codevasf e da Agespisa (Águas e Esgotos do Piauí) visitaram nesta semana os municípios de Amarante, Guadalupe e Floriano, no estado do Piauí, para acompanhar o andamento das obras de sistemas de esgotamento sanitário que estão sendo implantados em parceria entre as instituições. Os empreendimentos devem ser concluídos no primeiro semestre de 2019. O diretor da Área de Revitalização de Bacias Hidrográficas da Codevasf, Fábio Miranda, participou das visitas.

“A Codevasf hoje tem uma expertise na parte de esgotamento sanitário que outros órgãos não têm, principalmente municípios. Essa parceria com os municípios tende a ser bem-sucedida justamente por essa experiência que nós temos”, afirma o diretor Fábio Miranda. “A Agespisa é uma parceira da Codevasf na implantação desses esgotamentos e futuramente vai ser operadora dessas obras”, acrescenta.

De acordo com a edição mais recente da Síntese de Indicadores Sociais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 91,7% da população do Piauí não tem acesso a esgotamento sanitário por rede coletora ou pluvial — a maior proporção entre as Unidades da Federação.

“Toda essa água poluída vai para os rios sem nenhum tipo de tratamento, causando a poluição. O tratamento é exatamente para jogar água no rio numa qualidade que não haja mortandade das espécies e que revitalize o rio”, explica Francisco Chagas, analista em desenvolvimento regional da Codevasf.

Os sistemas de esgotamento

  • Amarante está com 95% das obras executadas até o momento; abrange 2.947 casas e terá cobertura de 41,3 mil metros.

  • Guadalupe está com 96% das obras concluídas; o sistema chega a 3.482 casas e a cobertura será de 68,5 mil metros.

  • Floriano tem 85% das obras prontas; alcança 4.565 casas e a cobertura será de 63 mil metros.

Atividades produtivas

A equipe da Codevasf também visitou nesta semana produtores que integram Arranjos Produtivos Locais no município de Oeiras (PI) — na comunidade Boa Vista, em um projeto ainda em fase de estruturação duas famílias já produzem itens como frutas e hortaliças; na localidade Araçás, por sua vez, há produção de itens que compõem a alimentação animal, como a palma forrageira. A Codevasf tem apoiado os produtores com suporte técnico e kits de irrigação.

atualizado em 08/02/2019 12:02