Document Actions
Projeto da Codevasf forma novos apicultores no sertão de Sergipe

Projeto da Codevasf forma novos apicultores no sertão de Sergipe

Associação de produtores rurais em Brejo Grande já se destaca pela boa qualidade do pólen produzido; treinamento não teve custos para os alunos

Dez jovens do povoado Brejão dos Negros, no município de Brejo Grande, sertão sergipano, foram capacitados para atuar na produção de pólen. Eles são alunos do curso de apicultura básica ofertado pelo Projeto Amanhã, iniciativa social da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). A capacitação começou em outubro do ano passado e está sendo encerrada nesta semana.

Além das aulas teóricas, os alunos visitaram a casa de processamento de pólen e o apiário do povoado Brejão dos Negros para aprenderem as técnicas de produção de pólen, atividade que é uma das principais fontes de renda da comunidade local. O treinamento teve carga horária total de 24 horas, sem custos para os participantes.

“Esses jovens tornam-se parceiros e contam com o conhecimento e o apoio dos técnicos da Codevasf, ampliando os resultados nas áreas social e econômica com respeito ao ecossistema”, destaca Inaldo Guerra, diretor de Revitalização de Bacias Hidrográficas da Codevasf, sob cuja responsabilidade está a ação, que é coordenada pela Gerência de Desenvolvimento Territorial em Brasília. “Executada diretamente pelas superintendências nas comunidades, a ação forma agentes multiplicadores”, acrescenta o diretor.

A coordenadora do Projeto Amanhã em Sergipe, Valdirene Nascimento, afirmou que o curso de apicultura fortalece o apoio da Codevasf à produção de pólen em Sergipe. “A associação local tem se destacado pela qualidade de sua produção. Com a formação de novos produtores, a intenção da Codevasf é ampliar a implantação de kits de produção no povoado Brejão dos Negros”, explicou.

A produção de pólen no povoado Brejão dos Negros, na zona rural de Brejo Grande, recebe apoio da Codevasf. Desde 2013, a companhia investiu cerca de R$ 100 mil para estruturar a comunidade com materiais e equipamentos para a produção e processamento de pólen. Em Brejo Grande, a Codevasf contemplou 19 apicultores com kits familiares de produção, além de fornecer equipamentos para a Associação Brejograndense de Criadores de Abelhas e Artesãos.

O superintendente regional da Codevasf em Sergipe, César Mandarino, disse que a inclusão produtiva e a geração de renda são metas da empresa. “As ações de apoio à produção familiar, a exemplo do que a Codevasf tem feito com a apicultura, são importantes para o desenvolvimento regional. O nosso objetivo é ampliar esse trabalho, fornecendo equipamentos e capacitação para cada vez mais produtores”, acrescentou.

Em 2016, o Projeto Amanhã capacitou 46 jovens em Sergipe. Ao todo, a Codevasf ofertou cinco cursos, beneficiando jovens com idade entre 14 e 26 anos residentes na zona rural de quatro municípios sergipanos. Os cursos realizados no ano passado contemplaram as áreas de apicultura, avicultura, manejo de peixes e agroecologia.

Fotografia: https://www.flickr.com/photos/codevasf/albums/72157678485929560/with/13989477813/

Ouça as notícias da Codevasf: https://soundcloud.com/codevasf

atualizado em 10/02/2017 13:33