Document Actions
Produtores de frango do Médio São Francisco baiano recebem apoio da Codevasf

Produtores de frango do Médio São Francisco baiano recebem apoio da Codevasf

O trabalho dos produtores de frango da Associação Comunitária dos Pequenos Produtores do Tatu (ACPAT), sediada no município de Correntina – no Médio São Francisco baiano –, está sendo facilitado e fortalecido com o apoio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). A Companhia equipou a associação com uma câmara frigorífica em aço, uma ação que representa investimento de R$ 19,5 mil do Orçamento Geral da União, destinados à Codevasf por emendas parlamentares.

“A importância é grande porque trabalhamos com frango, o caipirão, e antes trabalhávamos somente com armazenamento em freezers, o que acabava gerando prejuízo porque tínhamos o frango no aviário, na época de abater, e os freezers estavam ocupados. Precisávamos abater os frangos, mas como estavam ocupados, a gente não abatia, e de 90 dias passava para 110, 120 dias, gerando até um consumo de ração desnecessário, além de atrasar a entrada do dinheiro”, explica Florêncio Dourado, presidente da ACPAT.

A aquisição trouxe mais tranquilidade para a associação, que conta com cerca de 30 integrantes e agora pode realizar um planejamento mais preciso para as atividades. “Antes não tínhamos onde colocar os frangos depois de abatidos, mas agora, com a câmara fria, estamos mais tranquilos. A câmara é grande, então nós podemos abater todos os frangos que chegarem ao momento certo para abate, sem qualquer problema ou atraso”, comemora Florêncio Dourado.

Além da câmara fria, a associação recebeu outros equipamentos cujos valores, somados ao da câmara, alcançam R$ 36 mil. O grupo de produtores recebeu um desintegrador de forragens, mil metros de cabos e 50 telhas onduladas galvanizadas.

Fotografias:

https://www.flickr.com/photos/codevasf/sets/72157687631900662


atualizado em 29/11/2017 12:20