Document Actions
Peixamentos reforçam estoque de pescado no Médio São Francisco Baiano

Peixamentos reforçam estoque de pescado no Médio São Francisco Baiano

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), por meio do Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura localizado em Xique-Xique (2ª/CIX), realizou cinco peixamentos neste ano, beneficiando comunidades dos municípios de Bom Jesus da Lapa, Ibotirama e Xique-Xique, com o incremento de mais de 130 mil alevinos de espécies nativas em lagoas marginais do Médio São Francisco baiano.

A lagoa Largamar, no município de Ibotirama, recebeu 40 mil alevinos, enquanto a lagoa da Lapa, em Bom Jesus da Lapa, recebeu 20 mil alevinos. Outros cerca de 60 mil alevinos foram distribuídos em Lagoa Comprida e Ipueira, no município de Xique-Xique. Todos os alevinos foram produzidos no Centro de Xique-Xique, que é ligado à 2ª Superintendência Regional da Codevasf, sediada em Bom Jesus da Lapa.

“É importante observar que as secas dos últimos anos afetaram severamente a produção pesqueira na bacia do São Francisco, principalmente pela ausência de cheias, o que compromete diretamente a dinâmica das lagoas marginais, principais ambientes de manutenção das populações de peixes nativas do São Francisco. Mesmo com a melhora pluviométrica no ano de 2018, o que fez com que algumas lagoas fossem abastecidas com água das chuvas, não ocorreu a entrada dos peixes. Portanto, o ciclo reprodutivo continua comprometido, tornando as ações de repovoamento como medida essencial para a conservação das espécies nativas do São Francisco”, explica o técnico da Codevasf e chefe do Centro, Antônio Nascimento.

Além da importância para o repovoamento imediato das lagoas beneficiadas, as ações de peixamento têm uma função de promover a educação ambiental, contando com a participação da comunidade, por meio de escolas, colônias de pescadores ou secretarias municipais de meio ambiente, por exemplo. Nas ocasiões, é passado para os presentes o trabalho dos Centros Integrados da Codevasf e a importância das medidas de proteção para a ictiofauna do São Francisco.

O coordenador das ações de pesca e aquicultura do município de Xique-Xique, Jorge Meira, destaca tais ações. “O peixamento de alevinos de Curimatã na Ipueira do rio São Francisco é de grande importância econômica e social para o município, para garantir os estoques pesqueiros do rio, inserindo uma boa quantidade da espécie, que é capturada pelos mais de 600 pescadores profissionais e amadores que dependem da atividade para o sustento de suas famílias. A participação de estudantes de escolas públicas também serve para mostrar a eles a importância da conservação do meio ambiente, alertando para a intensa degradação ambiental, hoje existente, com a escassez de algumas espécies nativas, esperando que, além de fatos e conceitos, o aluno possa também aprender procedimentos e atitudes que resultem em uma melhor qualidade de vida para ele próprio e sua comunidade”, diz Meira.

Fotografia: https://www.flickr.com/photos/codevasf/sets/72157667714675187

atualizado em 04/06/2018 11:50