Document Actions
Governo de Cabo Verde busca estreitar parceria com a Codevasf

Governo de Cabo Verde busca estreitar parceria com a Codevasf

Com o objetivo de estreitar relações para firmar parcerias com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), o ministro da Agricultura e Ambiente da República do Cabo Verde, Gilberto Silva, reuniu-se com técnicos da empresa na sede de Companhia em Brasília, na última sexta-feira (23). No encontro, o diretor da Área de Desenvolvimento Integrado e Infraestrutura da Codevasf, Marco Aurélio Diniz, representou o presidente da empresa, Avelino Neiva.

Recentemente, a Codevasf foi convidada pela República de Cabo Verde para uma visita técnica com o propósito de fazer uma avaliação preliminar das condições técnicas e estruturais em que se encontram as barragens construídas no país, analisar as condições de otimização da água das mesmas e propor medidas ao Ministério da Agricultura e Ambiente do Governo de Cabo Verde.

“Nosso objetivo é intensificar as relações de cooperação entre o governo de Cabo Verde, por meio da Agência Nacional de Água e Saneamento e outras instituições ligadas à irrigação, com a Codevasf, uma empresa com bastante experiência no domínio das tecnologias e da gestão da água, acumulando com bons conhecimentos e boas práticas. Viemos aqui apresentar a realidade do nosso país, compartilhar das nossas dificuldades e potencialidades para traçarmos as principais linhas para uma cooperação técnica”, explica o ministro Gilberto Silva.

A interlocução entre a Codevasf e o governo cabo-verdiano está sendo liderada pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO/ONU), que coordenou a visita técnica do engenheiro ambiental e coordenador de Projetos Especiais - Segurança de Barragens, Emílio de Souza Santos, às ilhas de Santiago, Santo Antão e São Nicolau.

Foram realizadas inspeções visuais, entrevistas com técnicos do Governo e levantamento de documentação técnica sobre nove barragens localizadas nas ilhas de Santiago (Salineiro, Poilão, Faveta, Saquinho, Figueira Gorda, Flamengo e Principal), Santo Antão (Canto da Cagarra), São Nicolau (Banca Furada). A partir da missão, foi elaborado um relatório técnico com análise detalhada do aspecto estrutural das barragens, uma proposta de modelo de gestão da infraestrutura a fim de otimizar o uso de água para irrigação, bem como apresentação de especialidades da Codevasf para cooperações futuras.

“Nós já começamos um trabalho com a Codevasf com a avaliação das barragens. Estamos bastante satisfeitos. Vemos que essa é uma empresa com um manancial muito grande de conhecimentos técnicos e práticos que serão úteis para nosso país”, conclui o ministro cabo-verdiano.

Na avaliação do diretor Marco Aurélio Diniz, a troca de experiência é sempre salutar. “Ficamos satisfeitos em ter nosso trabalho reconhecido pelo governo de Cabo Verde. Certamente que nossa intenção é estreitar as relações com aquele país para que possamos contribuir para o seu desenvolvimento, principalmente na gestão dos recursos hídricos”, finaliza Diniz.

Fotografias:

https://www.flickr.com/photos/codevasf/albums/72157691725098802


atualizado em 27/03/2018 09:03