Document Actions
Codevasf lança mais 150 mil alevinos na porção sergipana do São Francisco

Codevasf lança mais 150 mil alevinos na porção sergipana do São Francisco

Com a ação, já são mais de 1 milhão de peixes soltos em Sergipe somente neste início de ano; em 2016, 12 milhões repovoaram a bacia do Velho Chico

Pescadores, crianças e moradores de Santana do São Francisco, em Sergipe, coloriram no último domingo (12) a prainha do povoado Saúde em mais uma ação de repovoamento da porção sergipana do Velho Chico promovida pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Foram inseridos no rio cerca de 150 mil alevinos, uma iniciativa que integrou as comemorações de Bom Jesus dos Navegantes no município.

O peixamento foi realizado pelo Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Betume (CIB) em parceria com a prefeitura de Santana do São Francisco. Os alevinos inseridos no rio são da espécie curimatã.

Com a ação de domingo, a Codevasf soma mais de 1 milhão de alevinos lançados no rio São Francisco no estado de Sergipe neste início de ano. Antes de Santana do São Francisco, houve soltura de espécies no trecho do rio que perpassa os municípios de Propriá, Gararu e Neópolis. Além disso, a Codevasf também forneceu este ano 80 mil alevinos para produtores familiares que praticam piscicultura extensiva em lagoas na região do Pantanal de Pacatuba.

“É uma ação importante, que mobiliza a sociedade e contribui para a revitalização do rio São Francisco. Os municípios ribeirinhos podem contar com o nosso apoio”, frisou o superintendente regional da Codevasf em Sergipe, César Mandarino. Participaram do evento o prefeito do município, Júnior Barrozo, o chefe substituto do Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Betume, Iru Guimarães, o chefe do Escritório de Apoio Técnico de Propriá, Newton Humberto, além de secretários municipais e técnicos da Codevasf.

PeixamentoSEAtualmente a Codevasf executa a segunda etapa das obras de ampliação e modernização do Centro Integrado de Betume, que deve resultar em aumento da capacidade de produção para 8 milhões de alevinos por ano. Resultado de um investimento de R$ 2,7 milhões, a obra inclui a construção e reforma de viveiros, a pavimentação de vias de circulação interna, a reabilitação do sistema de captação e a reforma do reservatório de compensação. Em 2016, foi concluída a primeira etapa das obras, após investimento de R$ 1,1 milhão.

Peixamentos

Desde 2007, os Centros Integrados de Recursos Pesqueiros e Aquicultura, unidades técnico-científicas da Codevasf, já produziram 146 milhões de alevinos, sendo 66 milhões de espécies nativas e 80 milhões de espécies não nativas, utilizados para apoio à piscicultura extensiva e intensiva.

Só no ano passado, foram 12 milhões de alevinos soltos em toda a bacia hidrográfica do São Francisco. Desses, 5,3 milhões foram de espécies nativas e 6,7 milhões de espécies não nativas. Os Centros também realizaram, em 2016, 38 ações de peixamentos com espécies nativas em trechos diversos da bacia.

Fotografia:

https://www.flickr.com/photos/codevasf/sets/72157676770603963

Ouça as notícias da Codevasf:

https://soundcloud.com/codevasf


atualizado em 13/02/2017 17:47