Document Actions
Codevasf estrutura instituição filantrópica para capacitação de jovens no Norte de Minas Gerais

Codevasf estrutura instituição filantrópica para  capacitação de jovens no Norte de Minas Gerais

Com apoio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), a Associação Jaibense de Apoio ao Menor – AJAM, em Jaíba (MG), está melhor estruturada para desenvolver seu trabalho filantrópico no município. Com recursos oriundos do Orçamento Geral da União, destinados à empresa por meio de emendas parlamentares, foram adquiridos maquinários, veículo e outros equipamentos que estão ajudando as ações de capacitação e outras atividades realizadas no local. A AJAM é uma entidade não governamental sem fins lucrativos, responsável pelo Projeto Vida que atende cerca de 300 crianças, de 06 a 15 anos, em condições familiares de vulnerabilidade social.

“Esses equipamentos são de fundamental importância para dar o suporte necessário ao trabalho desenvolvido pela AJAM, que tem um potencial de alcançar muito mais pessoas ainda”, afirma a Irmã Suely Gomes Nunes, membro da Congregação Irmãs Servas da Visitação e da equipe de coordenação do projeto. No local, são desenvolvidas diversas atividades, como capacitações nas áreas de corte e costura e panificação, além de reforço escolar, aulas de produção linguística, elaboração de brinquedos, informática, artesanato, teatro, dança, música, violão, culinária, pintura, grafite e outros.

Segundo Cleonice Elias dos Santos, economista doméstica da Codevasf em Minas Gerais, a Companhia estruturou a AJAM com dez máquinas de corte e costura, além de outros equipamentos necessários à atividade; um balcão self-service, refrigerador, mesas e cadeiras para melhorar a infraestrutura do refeitório onde é servida alimentação para os assistidos pela instituição; um fogão industrial e um forno a lenha para aumentar a produtividade da padaria que funciona no local; uma caminhonete furgão para entrega de produtos da panificação; além de equipamentos de som, computador, impressora e outros equipamentos para uso nos cursos de capacitação.

"A Codevasf, com seu trabalho de apoio ao desenvolvimento socioeconômico da nossa região, tem demonstrado um potencial muito grande de fortalecimento das ações sociais que temos desenvolvido. Por isso, vemos nesse órgão um importante parceiro na caminhada comunitária e filantrópica que abraçamos junto com a comunidade jaibense desde que chegamos, no ano de 2006, por solicitação de Dom José Mauro, então Bispo da Diocese de Janaúba, para resgatar o funcionamento do Projeto Vida", afirma Irmã Suely Nunes.

AJAMO Projeto Vida atua na educação integral, inclusão social e formação técnica e prática para o trabalho. “Não queremos só dar coisas ou conteúdos prontos, mas é fundamental que o adolescente aprenda o valor do trabalho pelas ações e não por meio de discurso. O projeto não vive somente de doações, mas também de receita própria. Sempre procuramos ressaltar a dignidade do jovem carente, fazendo com que perceba a importância do trabalho, por isso investimos e estimulamos o 'aprender-fazer e viver do que faz' ”, afirma a coordenadora do projeto.

Amanhã novos horizontes

Por meio da parceria com a Codevasf, a AJAM desenvolveu, em 2016, um curso de mecânica de máquinas industriais para 25 jovens no SESI e SENAI no âmbito do Projeto Amanhã, um programa social da Companhia que visa fomentar a organização e a qualificação de jovens rurais na faixa etária de 14 a 26 anos, matriculados em instituições de ensino formal, oportunizando a eles preparação para obterem o primeiro emprego e atuarem em empreendimentos agropecuários e agroindustriais.

A Irmã Suely Nunes tem buscado parceria entre os órgãos envolvidos nos programas sociais da AJAM para o desenvolvimento de mais ações do Projeto Amanhã na região. “Para os que participaram do curso de mecânica de máquinas industriais, a capacitação foi excelente. Muitos estão trabalhando porque aprenderam uma profissão diferenciada. Mas é preciso ampliar, trazer mais cursos, pois a demanda é grande”, afirma a religiosa. Um projeto para execução dessas e outras ações, com a descrição dos investimentos necessários para implementá-las, será entregue por ela à direção da Codevasf em Minas Gerais.

Rodrigo Rodrigues, superintendente da Codevasf em Minas Gerais, disse que onde quer que as ações da Companhia forem solicitadas e necessárias, não medirá esforços para o atendimento, cumprindo assim a sua missão de desenvolvimento regional e de dar a sua contribuição para a redução das desigualdades sociais. "Esse trabalho realizado pela Irmã Suely Nunes é de enorme alcance social numa região carente como a do semiárido mineiro. Vamos continuar dando todo o apoio às suas reivindicações", frisa o superintendente da Codevasf.

Fotografias:

https://www.flickr.com/photos/codevasf/albums/72157688056526170



atualizado em 21/02/2018 10:32