Document Actions
Codevasf distribui cerca de 270 mil alevinos para piscicultores de 12 municípios do Médio São Francisco baiano

Codevasf distribui cerca de 270 mil alevinos para piscicultores de 12 municípios do Médio São Francisco baiano

A piscicultura familiar e artesanal no Médio São Francisco baiano segue fortalecida por ações da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Neste mês de dezembro, foram entregues cerca de 270 mil alevinos de tilápia, tambaqui e tambacu para associações comunitárias, piscicultores e prefeituras de 12 municípios da região. A ação visa o oferecimento de alternativa de trabalho e renda às comunidades rurais que convivem com a seca prolongada.

Cerca de 900 famílias de 70 comunidades serão beneficiadas pela ação nos municípios de Bom Jesus da Lapa, Candiba, Ibotirama, Igaporã, Macaúbas, Matina, Paratinga, Riacho de Santana, Palmas de Monte Alto, Santa Maria da Vitória, Serra do Ramalho e Sítio do Mato.

“Passei mais de 15 anos trabalhando com peixes, mas apenas como revendedor. De três anos para cá, com o apoio da Codevasf, passei a criar os peixes que eu vendo. Isso, sem dúvida, dá um estímulo ainda maior para o trabalho e melhorou a condição financeira também”, diz Edilson Lima, da comunidade Canto do Umbuzeiro, um dos beneficiados pela ação.

Do total de alevinos entregues, cerca de 70 mil foram produzidos no Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura (2ª/CIRPA), localizado em Xique-Xique, no Médio São Francisco baiano, que é ligado à Superintendência Regional da Codevasf, sediada em Bom Jesus da Lapa.

Os outros 200 mil alevinos foram fruto de parceria com a Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri), por meio da Bahia Pesca. Os alevinos foram produzidos na estação da empresa.

“A distribuição desses peixes tem uma importância muito grande, pois promove alternativa de alimento e renda para muita gente que vive principalmente nas zonas rurais. É interessante e gratificante acompanhar que muitos já conseguiram se estruturar e mudar a própria condição de vida graças a esse tipo de ação”, diz Isabel Denis, técnica da Unidade de Desenvolvimento Territorial da Codevasf em Bom Jesus da Lapa.

Um milhão e meio – No ano de 2018, foram entregues 454 mil alevinos no Médio São Francisco baiano, na área de atuação da Superintendência Regional da Codevasf em Bom Jesus da Lapa, beneficiando 13 municípios: Bom Jesus da Lapa, Candiba, Correntina, Ibotirama, Igaporã, Macaúbas, Matina, Palmas de Monte Alto, Paratinga, Santa Maria da Vitória, Sebastião Laranjeiras, Serra do Ramalho e Sítio do Mato.

Desde 2014, já foram entregues cerca de 1,5 milhão de alevinos, atendendo a 396 comunidades e beneficiando aproximadamente 6 mil famílias de 19 municípios do Médio São Francisco baiano: Bom Jesus da Lapa, Caetité, Candiba, Carinhanha, Correntina, Guanambi, Ibotirama, Igaporã, Macaúbas, Malhada, Matina, Palmas de Monte Alto, Paratinga, Riacho de Santana, Santa Maria da Vitória, Sebastião Laranjeiras, Serra do Ramalho, Sítio do Mato e Urandi.

“Era um sonho antigo de meu pai trabalhar com isso. Nosso vizinho também já cria e o exemplo acabou nos incentivando. Fizemos uns tanques e agora ele está realizando esse sonho. Vamos começar o trabalho e ver como é. Eu não sabia nem para onde ia, mas participei de uma capacitação dada pela Codevasf e representou um belo treinamento. Já sei bastante coisa” diz Cecília Oliveira, da comunidade Recanto do Sol Nascente, de Bom Jesus da Lapa.

Cecília foi uma das participantes da 1ª Capacitação de Aquicultura do Médio São Francisco baiano, realizada em novembro deste ano pela Codevasf. O treinamento contou com representantes de 11 municípios da região, entre produtores que já atuam na área e pessoas interessadas na atividade. O evento contou com palestras e depoimentos práticos de quem já atua na área.

Fotografias:
https://www.flickr.com/photos/codevasf/albums/72157703551421741


atualizado em 26/12/2018 10:32