Document Actions
Codevasf apresenta "Metodologia Mandacaru" durante seminário em Alagoas

Codevasf apresenta "Metodologia Mandacaru" durante seminário em Alagoas

A Metodologia Mandacaru, criada por técnicos da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) para promover um sistema de irrigação mais eficiente no Projeto Mandacaru, em Juazeiro (BA), foi uma das iniciativas apresentadas neste mês no I Seminário de Recursos Hídricos, Irrigação e Desenvolvimento Rural Sustentável de Palmeira dos Índios (AL). Os programas, projetos e ações da Codevasf para estruturação do desenvolvimento regional dos municípios alagoanos também foram destacados no evento.

A experiência de implantação da Metodologia Mandacaru foi apresentada pelo engenheiro agrônomo da Codevasf Rodrigo Franco Vieira, um dos criadores do sistema implantado pela empresa no Projeto Público de Irrigação Mandacaru. Ele explicou que a metodologia se caracteriza pela economia de energia e de água, investimento e análise financeira.

“Acreditamos que o bombeamento para irrigação deve ser individual, que proporciona melhor gestão da água e também é mais barato. A 6ª Superintendência Regional da Codevasf, em Juazeiro, fez um estudo de viabilidade econômica e provou que o bombeamento individualizado fica mais barato ao longo do tempo do que o coletivo. Então precisamos abrir a cabeça e pensar em outras soluções. As coisas não são rígidas como se fazia há trinta ou quarenta anos. Não tem mais sentido o bombeamento coletivo”, argumentou o engenheiro agrônomo da Codevasf.

Rodrigo Franco ainda ressaltou que durante a participação no V Inovagri International Meeting, realizado no mês de outubro deste ano em Fortaleza, recebeu a informação que pesquisadores da Universidade de Córdoba, na MandacaruEspanha, concluíram pela implantação da metodologia Mandacaru nesse país.

Durante o evento, a Codevasf também realçou os principais programas, projetos e ações promovidos pela empresa para estruturação do desenvolvimento regional dos municípios alagoanos. A exposição foi realizada pelo gerente regional de Revitalização das Bacias Hidrográficas da Codevasf em Alagoas, o engenheiro civil Wellington Medeiros, que representou o superintendente regional Antônio Nélson de Azevedo no evento.

O gerente regional destacou os projetos na área de Desenvolvimento Territorial, como a estruturação da agricultura familiar e a inclusão produtiva. “Temos atuado fortemente para a revitalização não somente ambiental, mas também econômica e social a partir das vocações produtivas regionais. Na região do sertão alagoano, onde encontramos a vocação para a bovinocultura leiteira, por exemplo, estamos estruturando a cadeia produtiva com equipamento como tanques de resfriamento de leite. Já no agreste alagoano, em Lagoa da Canoa e Limoeiro do Anadia, por exemplo, dois municípios com vocação para mandiocultura, fizemos o repasse de casas de farinha móvel”, detalhou Wellington Medeiros.

Fotos ilustrativas:

https://www.flickr.com/photos/codevasf/albums/72157688525577432

atualizado em 19/12/2017 15:16