Document Actions
Ações de comunicação da Codevasf seguem legislação eleitoral

Ações de comunicação da Codevasf seguem legislação eleitoral

A partir de sábado (7 julho), as ações de comunicação da Codevasf devem seguir a legislação e as demais orientações do período eleitoral 2018. Isso significa a alteração de condutas e atividades em eventos, publicidades, conteúdos noticiosos e publicações no site, na intranet e nas redes sociais, além do uso de marcas e slogans do governo federal. As restrições devem ser observadas pela empresa até o fim do período eleitoral: no dia 7 ou 28 de outubro, no caso de segundo turno.

Entre as alterações, destaca-se a vedação de veicular ou exibir conteúdos noticiosos da empresa nos meios de comunicação e nas propriedades digitais da Codevasf. A exceção é para eventual divulgação de conteúdo estritamente informativo de interesse do cidadão, de orientação ou de prestação de serviço, cuja publicação seja imprescindível, de acordo a Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República (Secom). Os conteúdos sujeitos ao controle da legislação eleitoral publicados antes de 7 de julho serão mantidos em área sem destaque e devidamente datados.

Também está vedada a realização de publicidade institucional, bem como de publicidade de utilidade pública – a não ser em situação de grave e urgente necessidade reconhecida e autorizada pela Justiça Eleitoral. No site da Codevasf, por exemplo, foram retirados banners com marca ou slogan de programas e projetos do governo federal.

Nas redes sociais, a exemplo da página institucional da empresa no Facebook, além de não incluir ou reeditar posts com conteúdo sujeito ao controle da legislação eleitoral, as áreas para interatividade com o público serão moderadas e passíveis de não publicação e/ou exclusão de comentários de cunho eleitoral.

Nas placas de obras ou de projetos de obras em execução pela Codevasf ou sob responsabilidade de fiscalização da empresa, a marca do governo federal deve ser retirada ou coberta durante o período eleitoral. A restrição vale inclusive para expressões que possam identificar autoridade, servidores ou administrações cujos cargos estejam em disputa eleitoral.

Atividades liberadas

A denominada publicidade legal segue liberada. A atividade compreende à divulgação de balanços, atas, editais, decisões, avisos e outras informações legais da Codevasf.

As ações de relacionamento com a imprensa também estão liberadas, mas devem observar as vedações para divulgação de conteúdos sujeitos ao controle da legislação. O e-mail de relacionamento da Assessoria de Comunicação da Codevasf com profissionais da área é: imprensa@codevasf.gov.br

O conjunto de orientações para o desenvolvimento de ações de comunicação em conformidade com a legislação eleitoral está disponível no site da Secom:

http://www.secom.gov.br/acesso-a-informacao/eleicoes-2018

Imagem: Secom/PR

atualizado em 05/07/2018 17:41