Document Actions
Ação da Codevasf levará água tratada às torneiras de famílias rurais em Carinhanha (BA)

Ação da Codevasf levará água tratada às torneiras  de famílias rurais em Carinhanha (BA)

Um novo sistema de abastecimento de água construído sob a responsabilidade da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) irá levar água tratada às torneiras de sete mil moradores de comunidades rurais de Carinhanha, município do semiárido baiano, região do Médio São Francisco baiano. A obra foi iniciada em janeiro último e tem previsão de conclusão para final de 2015.

As comunidades beneficiadas são as de Moreira, Cabacinha, Bebedouro, Amargosa, Frota, Garças, Queimadas, Angico, Três Ilhas e Barra de Parateca. Serão seis subsistemas, um investimento de aproximadamente R$ 4,4 milhões no âmbito do programa Água para Todos.

“Cada subsistema terá sua própria captação. Ela será realizada através de estrutura de chapa de aço, flutuante no rio São Francisco, para os subsistemas 2, 3, 4, 5 e 6, sendo que a captação no subsistema 1 será feita no rio Carinhanha”, explica Marcelo Ribeiro, técnico da 2ª superintendência regional da Codevasf, sediada em Bom Jesus da Lapa, e fiscal da obra. Serão 1.435 famílias beneficiadas.

O subsistema 2 levará água às comunidades de Bebedouro e Amargosa; o subsistema 3 para Frota, Garças e Queimadas; o subsistema 4 para a comunidade de Angico; o 5 para Três Ilhas e o 6 para Barra de Parateca.

“Esta é uma obra de grande importância, pois irá mudar uma triste realidade da população ribeirinha que não possui água de qualidade e vem aguardando há muito tempo a realização deste sonho, além de tantos outros benefícios que uma obra desse porte trará para todas as comunidades envolvidas”, afirma Ribeiro.

“São comunidades que vivem na beira do rio e não têm água tratada”, aponta o prefeito de Carinhanha, Paulo Elísio. “A água que eles têm hoje não tem condição de ser consumida, não tem tratamento nenhum. A conclusão do sistema vai resolver o problema das comunidades”, garante.

De acordo com Marcelo Ribeiro, da Codevasf, todos os subsistemas terão adutora de água bruta até a Estação de Tratamento de Água (ETA). “Os subsistemas 1 (Moreira e Cabacinha), 2, 3 e 5 terão uma estação de tratamento de água do tipo filtração direta ascendente pressurizada, enquanto que os subsistemas 4 e 6 terão estação de tratamento de água do tipo clássica, não pressurizada”, explica o técnico, acrescentando que reservatórios, dentro das ETA’S, receberão a água tratada e distribuirão nas comunidades.

Já os subsistemas 2, 3, 4 e 6 contam com reservatórios fora das ETA’S, que recebem água através de uma adutora de água tratada e distribuem nas comunidades. “Todos os subsistemas terão ligação domiciliar com hidrômetro”, complementa Marcelo Ribeiro.

Outras sistemas

Água para CarinhanhaO município de Carinhanha já foi beneficiado com outro sistema de abastecimento, concluído em 2014, implantado por meio de convênio entre a Codevasf e a Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb), que representou um investimento de R$ 7,9 milhões e assegurou água para 10.317 habitantes nas comunidades de Agrovila 15, Agrovila 16, Agrovila 23, Aguada do Meio, Canabrava, Estreito, Feirinha Vila São João, Jupi e Marrequeiro.

Também concluído em 2014, e em pleno funcionamento, o sistema de abastecimento de água do Vale Verde, no município de Sítio do Mato, está beneficiando 3.106 habitantes de oito comunidades rurais, do assentamento de Vila Turbilhão 1, 2, 3, 4 e 5, além de Vila Mangal 1 e 2 e Vila do Braz, representando investimento de R$ 4 milhões também com recursos oriundos do programa Água para Todos.

Na região do Médio São Francisco baiano, área de atuação da 2ª superintendência regional da Codevasf, foram concluídos, desde 2014, outros sistemas de abastecimento de água semelhantes ao de Carinhanha, como o do município de Serra do Ramalho, já funcionando, e os sistemas de Coroa do Chico e de Piranhas, em Bom Jesus da Lapa; e do município de Malhada – os três concluídos e prestes a entrar em operação.

Outras obras ainda estão em andamento, como a do Sistema de Pedras, no município de Bom Jesus da Lapa. Já em Ibotirama R$ 6,7 milhões estão sendo investidos na construção de um sistema que beneficia 13 comunidades rurais: Andorinha, Barro Alto, Caraíbas, Cariri, Fazenda Nova, Ilha do Gado Bravo, Ilha do Saco, Ilha Grande, Juá Novo, Santa Clara, Sangrador, Novo Horizonte e Areia Branca.

Estão sendo investidos aproximadamente R$ 5,8 milhões também para a construção de sistema de abastecimento de água no município de Paratinga, que beneficiará cerca de 1.850 pessoas de 160 famílias da comunidade Nova União, outras 86 famílias das comunidades de Volta das Pedras e Pedras do Asfalto, além de 83 de Extrema e 41 de Canafístula.

Outros dois mil habitantes, do município de Muquém do São Francisco, também serão beneficiados com o sistema de abastecimento de água que está sendo construído, representando um investimento de mais de R$ 7 milhões. O sistema beneficiará as comunidades de Baraúna, Barreiro da Passagem, Barreiro do Pernambuco, Itaim, Mangas, Periperi, Morro de Cima, Pedrinhas e Quebra Linha.

Ainda estão sendo construídos 60 sistemas simplificados de abastecimento de água. Dez já estão concluídos, representando um investimento de R$ 5,6 milhões beneficiando os municípios de Cafarnaum, Canarana, Gentio do Ouro, Ipupiara, Irecê, Jussara, Lapão, América Dourada, Mulungu do Morro, Xique-Xique, Ibititá, Candiba, Guanambi, Palmas de Monte Alto, Pindaí, Sebastião Laranjeiras, Urandi, Iuiu, Bom Jesus da Lapa, Igaporã, Riacho de Santana, Sítio do Mato, Cristópolis, Santa Rita de Cássia e São Desidério.

Água para Todos

Desde 2012, já foram instaladas pela Codevasf, no âmbito do programa Água para Todos, mais de 38.500 cisternas de consumo humano de água, representando um investimento de R$ 218,6 milhões e beneficiando aproximadamente 190 mil pessoas dos municípios de Barra, Boquira, Caetité, Ibotirama, Macaúbas, Riacho de Santana, Angical, Baianópolis, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Bonito, Botuporã, Brejolândia, Brotas de Macaúbas, Cafarnaum, Canápolis, Canarana, Catolândia, Central, Correntina, Cotegipe, Cristópolis, Feira da Mata, Formosa do Rio Preto, Gentio do Ouro, Ibipeba, Ibipitanga, Ibitiara, Igaporã, Irecê, Itaguaçu da Bahia, Jaborandi, João Dourado, Malhada, Mansidão, Novo Horizonte, Paratinga, Piatã, Riachão das Neves, Rio de Contas, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, Santana, São Desidério, São Félix do Coribe, São Gabriel, Serra do Ramalho, Wanderley e Xique-Xique.

Outra ação executada pela Codevasf da região dentro do programa Água para Todos foi a construção de 70 barreiros para acumulação de água pluvial, objetivando a dessedentação animal - um investimento de R$ 2,9 milhões que beneficia aproximadamente 3,4 mil pessoas dos municípios de Bom Jesus da Lapa, Guanambi, Matina, Palmas de Monte Alto, Pindaí, Angical, Baianópolis, Barra, Catolândia, Cotegipe, Cristópolis, Formosa do Rio Preto, Mansidão, Riachão das Neves, Santa Rita de Cássia, Wanderley, América Dourada, Barra do Mendes, Barro Alto, Cafarnaum, Canarana, Gentio do Ouro, Ibipeba, Ibititá, Ipupiara, Irecê, Itaguaçu da Bahia, João Dourado, Jussara, Lapão, Mulungu do Morro, Presidente Dutra, São Gabriel, Uibaí, Xique-Xique, Igaporã, Iuiu, Sebastião Laranjeiras, Tanque Novo, Urandi, Macaúbas, Feira da Mata, Carinhanha, Candiba, Ibiassussê, Licínio de Almeida e Pindaí.


Veja imagens ilustrativas no Flickr da Codevasf:

https://www.flickr.com/photos/codevasf/sets/72157649885527372/

Conheça a plataforma de divulgação de notícias da Rádio Codevasf:

atualizado em 27/02/2015 09:35