Document Actions
Codevasf recebe Selo Verde da Ecolmeia

Codevasf recebe Selo Verde da Ecolmeia

A Codevasf recebeu, nesta quarta-feira (17), na Sede em Brasília, o Selo Verde – Categoria Ouro, da organização não-governamental Ecolmeia. A certificação é concedida a instituições preocupadas com questões ambientais e que promovam o desenvolvimento sustentável, reduzindo os impactos no solo, no ar e nas águas, em toda sua cadeia produtiva.

Na cerimônia, estiveram presentes os diretores Ricardo Luiz Ferreira dos Santos, da Área de Revitalização de Bacias Hidrográficas, e Raimundo Deusdará Filho, da Área de Gestão dos Empreendimentos de Irrigação; a presidente da Ecolmeia, Elaine Santos; além gerentes, assessores e técnicos da Codevasf.

Em seu pronunciamento, o diretor Ricardo dos Santos destacou que a empresa sempre teve interesse na questão ambiental e citou algumas ações nesse sentido, como a implantação de esgotamento sanitário em municípios com população de até 50 mil habitantes, tratamento de resíduos sólidos e produção de alimentos orgânicos.

Já Elaine Santos, da Ecolmeia, afirmou que a Codevasf, com o Selo Verde, passa a ser exemplo para outras organizações. “A empresa me surpreendeu não só por sua preocupação ambiental, mas por desenvolver ações com foco no ser humano”, acrescentou.

Para encerrar o evento, houve duas palestras: uma sobre as ações de gestão ambiental desenvolvidas pela Codevasf, ministrada pela analista em desenvolvimento regional da Gerência de Meio Ambiente Maria Valdenete Pinheiro, e outra sobre ações no âmbito do Projeto Amanhã e do Programa de Arranjos Produtivos Locais, com a gerente de Desenvolvimento Territorial Kênia Marcelino.

Histórico

Para obtenção do Selo Verde, as Superintendências Regionais da Codevasf em Sergipe e Alagoas foram visitadas em setembro pelo auditor da Ecolmeia Yuri Tales Bernardes. Em cada uma, foram selecionados quatro empreendimentos para avaliação, os quais são desenvolvidos por meio do Programa de Apoio aos Arranjos Produtivos Locais (APLs) e Projeto Amanhã.

As iniciativas contemplam práticas ecologicamente corretas, como agricultura orgânica; produção de mudas; fruticultura irrigada; reutilização da casca de coco para componente de substrato; piscicultura; artesanato; Produção Agroecológica Integrada Sustentável – PAIS, entre outras.

A metodologia de avaliação é própria do Selo Verde Ecolmeia, patenteado no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). O Hospital de Aeronáutica de São Paulo (HASP) e a Escola de Formação de Soldados da Polícia Militar do Estado de São Paulo são alguns exemplos de instituições que já receberam o rótulo.

atualizado em 17/11/2010 18:00