Document Actions
BIRD PLANEJA INVESTIMENTO EM PROJETOS IRRIGADOS EM MG

BIRD PLANEJA INVESTIMENTO EM PROJETOS IRRIGADOS EM MG

BIRD e CODEVASF Os projetos Gorutuba e Lagoa Grande, implantados pela CODEVASF no norte de Minas Gerais, poderão se tornar vitrine, por excelência, da irrigação no Brasil. Esta é a intenção do Banco Mundial - BIRD que enviou o consultor Juan José Sáenz, para uma visita técnica aos projetos.

A Instituição propõe a revitalização da infra-estrutura dos empreendimentos. Pioneira no Brasil, a proposta faz parte da instalação de um sistema de parceria pública e privada em projetos já implantados no país.Está sendo estudada, inclusive, a ampliação do projeto Lagoa Grande.

Acompanhado pelo superintendente regional da CODEVASF em Minas, Anderson de Vasconcelos Chaves, e pelo secretário executivo da Diretoria da Área de Engenharia, Guilherme Almeida, o consultor conversou com representantes da diretoria do Distrito de Irrigação do Gorutuba e da Associação dos Irrigantes da margem esquerda do Gorutuba (ASSIEG), além de empresários dos projetos.

Para Iuji Yamada, maior produtor de banana do Norte de Minas, uma das soluções para a fruticultura regional é o incentivo à diversificação das culturas exploradas nos perímetros da CODEVASF.

Ele acredita que monocultura tem atrapalhado a comercialização final dos produtos, já que muitos produzem sem antes identificar o mercado consumidor. Juan José Sáenz afirma que outros três projetos da CODEVASF serão alvo de estudos pelo BIRD, visando ao financiamento de suas revitalizações. São eles: Bebedouro, em Pernambuco; Curaçá, na Bahia; Cotinguiba - Pindoba, no Estado de Sergipe. Segundo Juan Sáenz, estão disponibilizados U$ 10 milhões para execução desse trabalho nos projetos da CODEVASF.
atualizado em 13/10/2004 19:30