Document Actions
Perímetros Irrigados vão desenvolver sistemas produtivos

Perímetros Irrigados vão desenvolver sistemas produtivos

A diretoria da Área de Produção da CODEVASF apresentou as prioridades de trabalho que integram o plano de metas para 2004. Na ocasião, o diretor da Área, Herbert Drummond, destacou como grande prioridade da empresa desenvolver os sistemas produtivos dos perímetros de irrigação. O objetivo é dar mais competitividade e sustentabilidade aos perímetros. “É preciso melhorar as condições econômicas dos pequenos produtores para haver igualdade entre eles e os grandes produtores”, disse o diretor. As metas foram apresentadas na última quinta-feira (24), no Auditório da Sede, em Brasília. Diretoria da CODEVASF

Entre as prioridades, também está o incremento do uso dos recursos de água e solo nos perímetros. Para isso, o diretor enfatizou a importância dos projetos de regularização de áreas improdutivas, do estímulo à pesquisa de alternativas de exploração da agricultura irrigada, e de gestões políticas para reduzir a garantia real das linhas de crédito.

O fomento à produção pesqueira é outra prioridade de trabalho da Área para este ano. Está programada a produção de 15 milhões de alevinos, destinados tanto para peixamentos quanto para a venda a produtores. A exemplo do Vale do São Francisco, está prevista a implantação do Centro de Referência de Maricultura e Pesca do Vale do Parnaíba e o apoio ao desenvolvimento de projetos de piscicultura em escolas-família no Piauí.

ESTRUTURAÇÃO DE APLs – Existem sete projetos de estruturação de APLs de piscicultura para implantar 30 módulos de tanques-rede, cinco unidades demonstrativas de piscicultura e quatro unidades de beneficiamento de pescado. O objetivo é aumentar a produção do pescado, agregar valor ao produto e diversificar a atividade econômica, gerando novos empregos e aumento de renda.

Também estão entre as ações, a revitalização das condições operacionais dos perímetros, por meio de avaliação da eficiência operacional; desenvolvimento do “Programa de Revitalização”, para obter financiamento externo; e medidas de economia para redução de custo de energia nos perímetros.
atualizado em 13/10/2004 19:31